Ciência e Saúde

Advetorial

Especialistas descobrem fórmula capaz de combater o suor excessivo

A sensação de estar suado, para muita gente, é uma das mais incômodas possíveis, inclusive causando a sensação de estar sujo.

O cheiro de suor, mesmo que leve, também causa incômodos, mas há indivíduos que sofrem com isso em uma grande proporção: são os pacientes que têm hiperidrose.

A hiperidrose é o suor excessivo, ou seja, as pessoas transpiram mesmo quando não estão fazendo esforços ou quando não está calor. O problema é que a quantidade de suor produzida por esses pacientes é muito grande, o suficiente para ensopar as roupas, especialmente embaixo do braço.

Além disso, há outra característica desagradável de quando se tem hiperidrose: o cheiro forte do suor. Há muitos pacientes que perdem roupas porque, depois de algumas vezes de lavadas, o cheiro do suor não desaparece mais por completo, associando-se ao cheiro do desodorante e se tornando uma coisa muito desagradável.

O constrangimento dos portadores de suor excessivo é duplo: primeiro, porque aparentar estar sempre ensopado de suor é uma coisa muito desagradável para eles. Em segundo, porque o cheiro é forte e faz com que essas pessoas evitem ficar muito perto de quem amam.

Toda essa situação diminui muito a autoestima: quem tem hiperidrose fica sempre pensando se está cheirando suor, se a pessoa que está por perto está incomodada com o odor, se ela está suando demais, etc.

Tudo isso causa grande problema na vida profissional e pessoal: hoje em dia, é impossível ter um bom desempenho em qualquer um desses campos sem que se tenha interação direta.

José usou a nova fórmula e ganhou uma vida diferente!

José é um dos exemplos de quem sofre com essa condição: hoje com 26 anos, ele sofre com a hiperidrose desde quando tinha 15, ou seja, a sua adolescência foi ainda mais difícil do que o normal.

Quando ele sentia que ia suar demais, tomava medidas drásticas para tentar disfarçar a situação: uma delas era enfiar papel toalha em algumas partes do corpo para que ele absorvesse o suor antes que a sua roupa ficasse suada.

É claro que isso causava muito desconforto, mas ficava ainda pior: ele conta que chegou a vestir três camisetas de uma vez, tudo para que o suor fosse absorvido pelas duas camisetas de baixo e a de cima ficasse totalmente seca.

Mesmo nos dias de frio, usar três camisetas não é uma coisa confortável. No calor, nem é preciso dizer como José sofria.

Ainda que ele tentasse disfarçar a sua condição com todos esses artifícios, ele ainda sentia o cheiro do suor em si mesmo e tinha muito medo de que as pessoas ao redor também o sentissem, especialmente os colegas de escola.

Aliás, na escola, ele sofria muita gozação por causa das vezes em que, mesmo com todos os cuidados, ele ficava abundantemente suado.

Foi então que ele começou a procurar por uma forma de controlar a hiperidrose e encontrou o Dry Max na Internet.

Dry Max funcionou?

Depois de uma semana usando o Dry Max, José começou a sentir que já não ficava suado de forma anormal: mesmo que ele estivesse com apenas uma camiseta, ela não ficava molhada como acontecia antes.

O cheiro de suor que ele sentia próximo a ele também passou a diminuir muito e, com o tempo, ele se sentiu muito mais confiante no trabalho, na vida pessoal, para fazer viagens, etc. Agora, José não tem mais medo de se aproximar das pessoas e elas descobrirem o seu suor excessivo.

Vale a pena usar Dry Max?

O Dry Max é a melhor solução para quem sofre de hiperidrose porque ele é um antiperspirante muito eficiente, bloqueando o suor excessivo e também o cheiro decorrente dele.

Ele não tem cheiro e não interfere no aroma do desodorante favorito e nem do perfume que os homens e mulheres têm o hábito de usar. Inclusive, é preciso seguir o passo a passo para o Dry Max fazer efeito:

 

  • À noite, com o corpo limpo, deve-se tirar toda a roupa;
  • Depois, aplicar o Dry Max nas áreas necessárias;
  • Aguardar alguns minutos até que ele seque;
  • Vestir a roupa

 

Algumas pessoas preferem tomar banho de manhã para que o antiperspirante seja retirado, mas também se pode ficar com ele na pele sem nenhum problema.

A aplicação noturna no Dry Max deve ocorrer todos os dias por uma semana; após esse período, basta usá-lo até três vezes na semana para que o suor excessivo e o seu cheiro desagradável sejam bloqueados.

Dry Max é seguro?

Totalmente seguro, inclusive porque recebeu o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), depois da realização de todos os testes necessários e da confirmação do resultado prometido.

Quanto tempo para Dry Max funcionar?

O Dry Max começa a fazer efeito a partir de 7 dias: esse é o tempo durante o qual se deve aplicar o antiperspirante todas as noites. Depois desse período, a proteção do produto cria uma espécie de capa invisível, que só precisa ser renovada nas aplicações semanais.

Logo nos primeiros dias, o paciente percebe que a quantidade de suor e o seu odor foram reduzidos. Após os 7 dias, ele se sente como se nunca tivesse tido hiperidrose.

Dry Max tem alguma contraindicação?

Não, mas é importante não fazer uso do antiperspirante caso se tenha menos de 15 anos. Casos de alergia a qualquer componente do produto também precisam ser avaliados e vale a pena procurar o médico especialista, que tem acompanhado o caso de hiperidrose, antes de aplica o Dry Max.

Onde comprar Dry Max?

O Dry Max, antiperspirante mais potente do mercado, está disponível no site oficial do fabricante e é só clicar em https://usedrymax.com.br/ para comprar.

Cada tratamento dura até 180 dias, fazendo do produto um investimento para reduzir os efeitos do suor excessivo. A entrega é feita em até 15 dias úteis e não se pode adquirir o Dry Max em qualquer outro site que não o oficial, especialmente Mercado Livre. Ele também não é vendido em drogarias.

Referências Científicas:

https://repositorio.unesp.br/handle/11449/191695

https://patents.google.com/patent/US20100056430A1/en

https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1586/edm.09.61

Esta informação não constitui aconselhamento médico e não deve ser considerada como tal. O produto é composto por Cloreto de alumínio hexa-hidratado e álcool, e foi aprovado e registrado pela Anvisa N° 25351.389799/2020.75, pois é avaliado como 100% Seguro para o consumo da população por este órgão.